Subscribe to RSS Feed

Gosto de desafios

segunda-feira, 4 de outubro de 2010 by Leila Franca

Não sei se quem me conhece já percebeu que apesar da minha aparência quieta e pacata, eu adoro um desafio daqueles de prender a respiração.


Mount Everest or Qomolangma or Sagarmatha is the highest mountain on Earth, as measured by the height of its summit above sea level. The mountain, which is part of the Himalaya range in High Asia, is located on the border between Nepal and China. Sagarmatha National Park, is located in eastern Nepal, containing parts of the Himalayas and the southern half of Mount Everest. The park is as a Natural World Heritage Site.

Entretanto, nem sempre um desafio consiste em escalar o monte Everest ou mergulhar no triângulo das Bermudas. É algo muito relativo.

Um desafio pode consistir em ser aceito numa roda de cientistas ou num grupo punk de New York, ser convidado numa festa de magnatas ou percorrer uma favela carioca.

Punk couple

Um desafio pode ser tomar uma decisão difícil, resolver um problema escabroso, fazer florescer uma planta melindrosa, lidar com uma grande soma de dinheiro ou com dinheiro nenhum.

portrait of a businessman turning out his pockets which are empty

Um desafio é colocar um pé no desconhecido. É sair e fazer algo que nunca fez. É pisar onde nunca pisou. É lidar com o que não se tem referências. É sair da zona de conforto, onde os resultados são todos bem conhecidos.

Um desafio deve acabar bem, senão pode ser uma roubada. É ir e - sobretudo - voltar. É entrar e sair. É começar e terminar. É alcançar um objetivo que parecia impossível. É ser bem sucedido.

OutdoorSport23/121801 -- Bryan Chitwood and Marty Bailey on the North Ridge, of Middle Sister, Three Sisters Wilderness Area, Oregon.

Um desafio, muitas vezes, consiste em fazer algo que você não quer, mas você é a única pessoa que pode fazê-lo. É socorrer alguém à beira da morte, é decidir o caminho a seguir, é prever o imprevisto.

Nem sempre cabe a nós escolher os nossos desafios, mas com certeza cada um terá os seus.

8 comentários:

  1. -*Vera Luz*-
    4 de outubro de 2010 19:14

    Olá Leila!!

    Muito bom o seu post, acabei de entrar no meu orkut e coloquei lá pra todos que ao ver várias msg recebidas entre uma delas uma me inspirou muito e como é bom de vez em quando se pegar na vida, deixar ser livre, solta na rua, falar com todas as pessoas, sair andando sem destino e chego aqui e topei com a sua msg! Acho que vou ter mesmo que investir nisso, rsrs!! Mas, de acordo com o que você falou de você, é por isso mesmo que gosta surpresas de perder o ar, para tirar um pouquinho do cotidiano em que acaba ficando tudo seguro demais!!

    Um abraço,
    "Todo o Conhecimento é Luz que Inspira a Alma" -*Vera Luz*-

  1. Histórias & Estórias
    4 de outubro de 2010 19:15

    Eu gosto de desafios!

    A expedição Amores no Velho Chico é o maior que já vivi, ou me proponho a viver.

    Sei que não serei a mesma ao final desta jornada - que esta apenas começando - mas, com certeza, o viverei intensamente!

  1. Fábio C. Martins
    4 de outubro de 2010 19:17

    Talvez muitos deles não são escolhidos por nós, mas deverão ser vencidos, essa é a melhor parte. Alguns eu escolhi e já venci, tais como, fazer o Caminho de Santiago de Compostela e passar por problemas que não teria aqui no Brasil nem que eu quisesse.

    E que venha outros tantos desafios!
    Beijos

  1. Leila
    4 de outubro de 2010 19:28

    Oi Fábio,

    Já vi que vc é um dos "meus"...rsrsrs Também já passei por problemas difíceis fora do Brasil.

  1. Jackie Freitas
    4 de outubro de 2010 20:45

    Olá Leila!
    rsrsrs...Acho mesmo que hoje estávamos sintonizadas na mensagem. Também penso que o desafio é o desconhecido que nos obriga a sair de nossa zona de conforto. Para mim, ainda, o maior desafio é a superação do nosso próprio medo, pois é exatamente ele que nos limita e muitas vezes nos impede de provar o novo, conhecer o desconhecido...rsrs
    Grande beijo,
    Jackie

  1. Eduardo Montanari
    5 de outubro de 2010 08:55

    Tenho passado por um grande desafio que é tirar a carta de motorista. Muitas vezes penso em desistir, mas eu sinto que se desistir de algo assim, desistirei de coisas muito maiores sempre.

  1. Leh
    5 de outubro de 2010 10:10

    Leila,
    você disse muito bem: um desafio é fazer algo que você não quer, mas é a pessoa que pode fazê-lo.
    Eu sou a própria! Não queria vir ao Japão, mas meu marido não poderia vir legalmente sem a minha presença aqui, por eu ser descendente e ele não. Lei da imigração
    Estou aqui, não doeu e melhor, estamos gostando. É o princípio do desafio vencido.

    Beijos, amiga!

  1. Sissym
    5 de outubro de 2010 17:17

    Leila, quanto mais desafio na minha vida mais eu tenho vontade de ir para frente. Sempre fui assim. Eu adoraria ser um pouco menos emotiva e mais racional, então, seria mais fácil abraçar todos os desafios.

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails

Picapp Widget