Subscribe to RSS Feed

Uma coincidência e um amigo

sábado, 29 de maio de 2010 by Leila Franca

Se nos habituarmos a conviver somente com um grupo específico de pessoas, nossa mente parece que fica condicionada ao pensamento daquele grupo. Por exemplo: surfistas que só convivem com outros surfistas, donas de casa que só fazem tricô entre si, nerds que só se comunicam com outros nerds, e por aí em diante. É muito fácil acontecer. É o lé com lé, cré com cré.


Surfers on Beach at Sunset

Sempre gostei de quebrar essa lei e conhecer grupos variados, descobrindo como são as pessoas diferentes de mim. Acho que me comunico bem, pois sou bem aceita em qualquer lugar.

Não posso esquecer uma vez nos Estados Unidos, quando estava caminhando pela calçada com um amigo e em direção contrária vinha uns três caras que mais pareciam cantores de rap e personagens dos vídeos do Eminem. Ao passar por mim, me cumprimentaram. Meu amigo se espantou: "Você conhece esses caras???" Mas eu conhecia sim.

Com um deles, o Shawn, tinha acontecido uma coincidência incrível. Numa vez que vim ao Brasil, levei para os Estados Unidos um livro que gosto muito de ler. Na saída do trabalho, fui mostrar o livro para um amigo, pois várias vezes havia mencionado o mesmo nas nossas conversas.

"Finalmente trouxe o livro pra te mostrar!", disse eu abrindo a mochila e pegando o livro.

O Shawn, que eu ainda não conhecia, estava do lado desse meu amigo, só observando. Quando tirei o livro da mochila, o Shawn sorriu e abriu a mochila dele: estava trazendo consigo o mesmo livro!!!

Qualquer que seja o grupo, a turma, a praia, sempre encontraremos algo em comum.


Abaixo, um vídeo do Eminem, que me faz lembrar do Shawn, com aparição rápida da Brittany Murphy.


vídeo: EminemMusic
http://www.interscope.com/eminem


18 comentários:

  1. Joselito
    29 de maio de 2010 12:27

    Por mais incrivel que possa parecer conseguimos encontrar algom comum nas mais variadas personalidades ...

  1. Mad Resgate
    29 de maio de 2010 12:36

    Leila

    Parabens pelo post
    As coincidências ocorrem quando menos esperamos, e sempre nos trazem um "q" de algo mais.
    È bem verdade que devemos inovar, buscar novos horizontes e elas as vezes ajudam nesta tarefa.
    O Vídeo é ótimo
    Parabens

    Um forte abraço
    Mad

  1. rr3075ss
    29 de maio de 2010 12:47

    É tudo verdade;) o ecletismo,além de ser uma das "leis" da boa convivência,é o que faz existir vida realmente,em florestas tropicais,que guardam um pouco de todas as outras...
    Valeu,Leila.Um abraço.

  1. Eduardo Montanari
    29 de maio de 2010 12:54

    Essa sua postagem de hoje me deu vontade de conhecer pessoas novas, fazer novas amizades. Eu acabo sempre desgastando minhas amizades pois não me renovo, fico muito preso a elas e tentando agir como parte do grupo, me anulando. Realmente preciso de diversificar mais.

  1. Leila
    29 de maio de 2010 13:00

    Eduardo,

    A gente não precisa se anular pra fazer parte de um grupo. Basta ser você mesmo e procurar os pontos em comum com as outras pessoas. É divertido diversificar.

  1. Mr.Jones
    29 de maio de 2010 13:11

    Leila, ler suas historias, é como ver aqueles filmes da sessao da tarde. Quando eram bons. É de se emocionar, viajar na leitura.
    bjs

  1. MARIA COSTA
    29 de maio de 2010 13:18

    Oii Leila

    Eu procuro sempre interagir com grupos variados, pois o aprendizado é bem maior, e temos uma visão do mundo não como com um aparte e sim como a soma de todas elas.Pois temos que aprender a respeitar os grupos diferente dos nossos e a conviver tambem, pois não podemos ficar consicionados só no que está em nossa volta.
    Parabens pelo post.
    Bjs

  1. Catarino
    29 de maio de 2010 19:57

    Já li uma vez que não existem coincidências o que ocorre são forças que nos levam a ter contato com as pessoas que têm alguma semelhança conosco.
    VivercomSaúde

  1. Vanda Ferreira
    29 de maio de 2010 20:39

    Gostei do texto e da forma como abordou e me identifiquei, penso da mesma forma!!
    Ahhh e adooro Eminem

  1. Leila
    29 de maio de 2010 21:15

    Catarino,

    Sim, havia uma semelhança bem difícil de visualizar à primeira vista,mas havia sim.

  1. Leila
    29 de maio de 2010 21:18

    Vanda,

    A gente aprende com cada grupo. O Shawn parecia o Eminem nesse vídeo.

  1. orladorecreio
    29 de maio de 2010 21:32

    Bom seria se as pessoas soubessem respeitar as diferenças. Desse modo, as diferentes "tribos" poderiam conviver em harmonia. E o mundo seria muito melhor!

  1. Sissym
    29 de maio de 2010 23:10

    Leila, quando estive no recente encontro do Facebook me perguntaram se eu já conhecia todo mundo pq eu falava naturalmente com todos. Eu respondi: - Se eu falo até com estatuas, como não falaria com eles?! Eu falo com qq grupo, qq idade, muitas vezes estive em grupo de pessoas mais jovens do que eu e gostavam que eu ali estivesse por entrar na deles numa boa. Eu via como reciclagem e colocar os pés no chão.

    Fantastica coincidencia a que voce experimentou.

  1. Senhor da Vida
    30 de maio de 2010 02:59

    MInha mae sempre diz que pra fazer amigos eu nao pago imposto, e tenho orgulho embora ela se preocupe quando diz isso, mas a vida de cada um é uma lição´que eu vivencio,que eu posso sentir, e como ler sobre varios assuntos.entao eu adoro tentar me entender pelos outros, entender os outros e se possivel me fazer entender, enfim, viver a vida!

  1. Josy Nunes
    30 de maio de 2010 10:36

    Oi,
    Leila,
    amiga, tem um selinho pra você lá no meu blog, postei hoje (30/05). Passa lá pra pegar. Espero que goste. Beijão no seu coração, bom domingão e fica com Deus

  1. Jurubeba
    30 de maio de 2010 10:53

    Oi Leila,

    Eu também te indiquei... o mesmo selinho da Josy rsrs

    Adorei o seu post, eu acho que podemos ter amigos das diversas "tribos", essa troca de experiências com pessoas de grupos variados nos fazem crescer como seres humanos. Por isso eu amo tanto viajar e conhecer novas culturas....

  1. Jackie Freitas
    31 de maio de 2010 10:20

    Oi Leila!
    Muito legal essa sua narrativa! Acho que conhecer diferentes tribos nos abre, de fato, a mente! Enxergamos que há beleza nas diferentes formas de vida e o convívio entre esses "mundos" nos faz ver que somos todos iguais, com os mesmos objetivos...apenas com prioridades diferentes!
    Adoro Eminem!Assisti esse filme 8 Mile...Muito legal!
    Grande beijo,
    Jackie

  1. R149 3o75s
    4 de julho de 2010 20:15

    Ohhh Wow,it feels like I'm 27 again... Thanks a lot. Now, I got that feeling, so here I go losing myself on your maps.

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails

Picapp Widget